COMO CRIAR SONS E SEUS CRIADORES – PARTE 1

click here for english version

#wecando TOPCASES

vamos falar um pouco sobre algumas pessoas que fazem a história do som no cinema.

O primeiro é Gary Rydstrom. Ele criou som para vários filmes de sucesso, incluindo, Exterminador do Futuro 2, Monstros S.A Jurassic Park, Titanic, O Resgate do Soldado Ryan, Vida de Inseto e Procurando Nemo. Através deste trabalho, ele ganhou 7 prêmios da Academia.

Rydstrom afirma que os melhores designers de som trabalham mais com o seu instinto do que com o racional. Pois uso de som cria ritmo com os efeitos sonoros. Este tipo de criação é fundamental, principalmente para animação.

O principal do som é encontrar o que faz bem para o filme, o que corresponde ao seu olhar e ao coração.  Rydstrom afima ainda que, os melhores efeitos sonoros vêm das melhores gravações de matérias e materiais, e aqueles que são alterados o menos possível. O mundo é tão cheio de sons incríveis, então por que não encontrá-los e usá-los?

#wecando MAKING OF

Iniciando a série sobre como criar seus próprios sons, vamos mostrar como foi feito o premiado filme, e recém indicado ao Oscar 2016 como melhor animação – O menino e o mundo (de Alê Abreu). No filme, o personagem principal sai uma busca do seu pai e descobre um mundo fantástico dominado por máquinas, bichos e estranhos seres.

Um filme extremamente rico em sons e linguagens.

Esse filme contou com um desafio a mais já que todos os sons desse filme são originais e criados cena por cena, inclusive os ambientes.

E os sons desse filme não são realistas e sim fantasiosos para compor o imaginário do menino em seus medos e descobertas pelo mundo.

Nessa sequência inicial quero que ouça com atenção cada elemento e perceba que todos os sons dos bichos, ambientes, pássaros não são sons reais, e sim sons criados! perceba a riqueza de detalhes.

Temos muito para falar sobre a criação de sons desse filme. Siga nossas newsletters. Agradecimentos ao Alê Abreu.