CRIANDO EFEITOS CINEMATOGRÁFICOS

click here for english version

#wecando TOPCASES

Existem alguns clichês de som, que são sempre usados em filmes. Alguns são muito eficientes, mas outros se tornam até engraçados.

-Pneus de carro “sempre” escorregam em estradas de terra.

-Pneus de carro sempre “cantam” quando o carro sai, se afasta ou pára.

-Em tempestades sempre ouvimos o som de trovões e relâmpagos e em seguida a chuva pesada começa a cair.

-Trovão é sempre em sincronia com o relâmpago, e os sons de explosão estão sempre em sincronia com o material explodir, não importa o quão longe estão. Mesmo acontece para fogos de artifício.

-Bolhas são sempre usadas em cenas subaquáticas.

-Portas sempre rangem.

-Em ambientes noturnos, não importa onde você está, sempre terá uma cigarra solitária.

-Quando uma lâmpada é quebrada, há sempre uma espécie de som elétrico.

#wecando MAKING OF

COMO CRIAR EFEITOS SUB GRAVES

Uma das coisas mais utilizadas no cinema é o grave. A baixa frequência é muito importante  para dar energia para o som, mas como soar embolado?

Um pequeno truque que aprendi com Pedro Lima sócio da WeCanDo audio post é usar um Aux que só vai para LFE , eu não utilizar o envio a partir do Pro tools.

Neste Aux normalmente têm um corte  próximo de 80Hz ou mais para baixo, exitador de grave como por exemplo o rbass que ajuda a criar um som sólido em torno de 40 Hz ou algo próximo a isso!


E o um pequeno truque mais sólido e não embolado é usar um compressor que dá uma distorção agradável como um 1176 ou um outro compressor que temos usado recentemente, o Softube Summit Audio TLA .

Esta distorção ajuda a dar mais presença e ajuda principalmente a aparecer na mix sem ter que dar tanto volume! Esta técnica é muito eficaz para baixas frequências.

Veja no vídeo acima, para esse exemplo é indicado usar bons monitores ou fones de ouvidos com boa extensão de grave.

Anúncios