#wecando TOPCASES

Clique acima para ver o vídeo

Walter Murch Scott é um editor de cinema e designer de som. Juntando suas habilidades para editar filmes, ele foi um dos primeiros sound designers do mundo.

Pioneiro, formado pela Escola de Cinema da University of Southern California, ele é editor de imagem e de som, diretor e roteirista de cinema. Parceiro constante de nomes como George Lucas e Francis Ford Coppola, trabalhou em grandes sucessos do cinema, como: “O Poderoso Chefão (partes II e III), “A Insustentável Leveza do Ser”, “Ghost: do outro lado da vida”, “American Grafitti”, “O talentoso Ripley” e “Cold Mountain”. Recebeu importantes prêmios das academias norte-americana e britânica: “Apocalipse Now” (Oscar de melhor som), “O Paciente Inglês” (Oscars de melhor edição e melhor som), além de diversas outras indicações.

Walter Murch possui um conceito muito interessante e único de desenvolvimento de som, no qual  o som faz parte da edição do filme, dos cortes, e do ritmo.

Além disso, o seu duplo papel como editor de imagem e mixagem faz dele um “diretor informal” de pós-produção. Murch têm um livro muito interessante chamado “Num Piscar de Olhos” e nele ele fala sobre 6 aspectos que para ele são os mais importantes para o filme, o que chama de regra de 6:
1- emoção – 51%
2- enredo 23%
3- ritmo 10%
4- alvo da imagem 7%
5- plano dimensional 5%
6 plano tridimensional da ação 4%

A emoção está no alto da lista, então é o que deve ser sustentado a todo o custo.

Clique abaixo para ver o vídeo onde Walter Murch fala sobre suas concepções de sound design

#wecando MAKING OF

OSCAR 2016 - MENINO E O MUNDO COMO CRIAR SONS   CAMINHOES

 

Continuando com a terceira parte da série sobre como criar seus próprios sons, vou mostrar um pouco mais de como foi feito o premiado filme, e recém indicado ao Oscar 2016 como melhor animação – “O Menino e o Mundo” (de Alê Abreu).


E hoje quero falar um pouco, sobre como criar seus próprios sons e criar características e personalidade para um filme!

Os filmes tem estética de som, assim como a própria imagem!

O filme recém indicado ao Oscar de melhor animação, “O Menino e o Mundo”, se baseia principalmente na criação distinta e diferentes de sons, pois o som na verdade faz parte do imaginativo do menino e como ele percebe um novo mundo que ele acaba de conhecer!  Quero te mostrar um exemplo de som design criativo e único.

No filme abaixo o menino se perde no meio de uma manifestação e acaba no meio de uma estrada. Nessa estrada passam caminhões e assustam o menino. Esses caminhões tem um som ainda mais “larger than life”.

Para criação desses sons foram utilizados um violoncelo com arco como se fosse a buzina do caminhão, simulando um efeito doppler, movimentando o pan da direita para esquerda, percebe-se ser um caminhão, mas de uma maneira diferente e única. Outros elementos e sons foram usados em conjunto mas apenas para complemento  de grave em conjunto que vai para um Send com um exiter para o LFE (sub).

O uso de instrumentos musicais processados pode ser uma alternativa muito interessante para criar novos sons! Como exemplo, podemos citar  alguns sons do filme “Transformers” no qual foram utilizados alguns sons de guitarras em atrito com uma chave de fenda, ou alguns sons criados nos primórdios dos Desenhos da Disney, como naquelas em que  o Pateta bate em uma parede e escutamos o crash de um prato.

Perceba como esse som de caminhão criado, dá uma nova personalidade para o filme, e cria uma estética para o seu som!

Anúncios